A sororidade surgiu para melhorar as relações humanas e para trazer mais integração entre nós, mulheres! É um conceito pouco utilizado em nossa sociedade mas que aos poucos vem ganhando força. Você já ouviu falar? Sabe o que significa? Tudo bem se não, você não deve ser a única. Descobrir o que ela é poderá transformar suas relações e até sua vida. Neste post estarei explicando seu significado e a importância de praticar a sororidade. Confira!!!

A origem da palavra sororidade vem do latim sóror, que significa “irmãs”. Podendo ser considerado a versão feminina da palavra fraternidade, que teve origem a partir do prefixo frater, que significa “irmão”.

Segundo o site “dicio.com.br“, a sororidade pode ser definida como:

“RELAÇÃO DE IRMANDADE, UNIÃO, AFETO OU AMIZADE ENTRE MULHERES, ASSEMELHANDO-SE ÀQUELA ESTABELECIDA ENTRE IRMÃS. UNIÃO DE MULHERES QUE COMPARTILHAM OS MESMOS IDEAIS E PROPÓSITOS, NORMALMENTE DE TEOR FEMINISTA.”

sororidade texto blog

Entendeu? A sororidade surgiu para que nós mulheres criemos uma aliança de união, baseado na empatia e companheirismo. Ela veio para desmistificar que somos rivais, aifnal, nós não somos concorrentes ou adversárias. Nós devemos ser AMIGAS umas da outras. Por isso que o conceito de sororidade está fortemente presente no feminismo: como o público feminino pode marchar na luta pela igualdade entre os gêneros se, entre as próprias mulheres, não existir união?

Do ponto de vista do feminismo, a sororidade é o ato de não julgar nós mulheres, aliás, todos são livres para fazer suas escolhas. Não se deve fortalecer estereótipos preconceituosos que foram criados por essa sociedade machista e patriarcal que ainda vivemos. Busquemos o novo ideal de mulher – livre, independente, ousada, destemida e dona de si. Ideal este que vem cada vez mais nos atraindo para as mesmas lutas, para as mesmas conquistas.

A sororidade é uma arma contra um dos braços mais fortes que sustentam o machismo: a rivalidade entre as mulheres. Por isso que ela é importante! Não se deve continuar enxergando uma a outra como uma adversária, que nada mais é do que um reflexo machista de enxergar o mundo. Reflexo esse que afeta o próprio público feminino.

Seu relacionamento é MONOGÂMICO ou POLIGÂMICO?

Você deve usar a psicoterapia grátis?

Deixe uma resposta