Sente-se desanimado, deprimido e triste constantemente? Não come mais como antes e perdeu peso? Fica cansado sem motivo aparente? Prefere ficar isolado em seu quarto do que sair com os amigos? Atividades que antes lhe traziam alegria perderam a graça? A realidade é que, algumas vezes, nos sentimos tristes e todas essas perguntas acima alguma vez já fizeram sentido em nossa vida. Mas e quando os sintomas perduram por meses ou anos, ao ponto de você não conseguir realizar tarefas básicas do seu dia a dia? Será que a depressão chegou? Neste post estarei explicando O QUE É, QUAIS OS SINTOMAS e os TRATAMENTOS para a depressão. CONFIRA!!!

O QUE É A DEPRESSÃO? 

A depressão é uma doença, que atinge algumas áreas químicas do cérebro, principalmente os neurotransmissores. Ela é uma tristeza e infelicidade sem consolo, quando tudo parece cinza, caracterizada por dor, angústia e ansiedade. O pensamento é invadido por pensamentos negativos e/ou suicidas, as decisões são difíceis de tomar, os movimentos de tornam lentos e trabalhosos, como se o corpo carregasse um peso.

blogdepre2.jpg

Quando a pessoa que convive com alguém com depressão não consegue identificar ou entender estes sintomas, ela pode pensar, erroneamente, que o estado de angústia da pessoa depressiva é devido a  uma falta de força de vontade. Porém, a depressão não é de forma alguma uma questão de vontade. Ela é a quantidade de energia psíquica disponível ao qual o sujeito tem e pode utilizar para a realização dos seus objetivos.

A depressão é, portanto, uma doença que pode ser identificada por certas características familiares que alteram as funções normais da pessoa doente.

Veja a seguir, os SINTOMAS DA DEPRESSÃO!

BLOG DEPRE

SINTOMAS DA DEPRESSÃO

De acordo com o DSM – IV, classificamos como depressão quando o indivíduo tem humor deprimido ou perda de interesse ou prazer durante um período de no mínimo duas semanas. Confira os sintomas:

  • Mudança dos sentimentos ou percepções: as atividades da vida já não lhe trazem mais prazer, o desejo sexual diminui, tudo é inútil, a tristeza só aumenta e chorar já não é mais reconfortante.
  • Mudança de atitudes e comportamentos: não se  preocupa com as responsabilidades e aparência, dando lugar a apatia, insatisfação, dificuldade de se concentrar, falta de energia e tudo é difícil, mesmo se vestir, tomar banho ou escovar os dentes.
  • Baixa autoestima: a baixa autoestima pode ser uma entrada para a depressão. E quem já a tem, só diminui essa autoestima, podendo se sentir culpada, inútil, insegura e negativa.
  • Doenças neurodegenerativas: O sono é perturbado e tem dificuldade em adormecer e acordar cedo, ou o contrário, tem muito sono o dia todo. O apetite se altera e pode haver perca ou ganha de peso em um curto período. A líbido e a energia caem, surgem dores de cabeça, dor nas costas, dor de estômago, náuseas, dentre outras alterações.

Com o tempo a pessoa depressiva pode conseguir “superar” aquilo que desencadeou a depressão e conseguir aos poucos ir voltando a sua rotina de forma mais saudável. Entretanto, uma depressão “mal curada” aumenta a chance do indivíduo passar por períodos de instabilidade quando precisar lidar com situações de crises.

Veja a seguir os TRATAMENTOS PARA A DEPRESSÃO.

BLOGDEPRE3

TRATAMENTOS PARA DEPRESSÃO

O tratamento da depressão, geralmente, é feito com remédios antidepressivos e com sessões de psicoterapia com um psicólogo. A psicoterapia te ajudará a diminuir as dificuldades emocionais, estimulará o auto-conhecimento e a resolução dos seus conflitos internos. Para casos de depressão leve, fazer somente a psicoterapia poderá ser o suficiente para o tratamento. Ela também é fundamental quando é uma depressão grave ou a pessoa já utiliza medicamentos, pois ajudará a reorganizar os pensamentos, sentimentos e sensações de alegria.

Terapias alternativas e naturais, também podem ajudar durante o tratamento. Por exemplo: praticar atividades de lazer como ler, pintar, dançar, ouvir música (aliviam o estresse), passear ao ar livre, ler, sair com os amigos, com o objetivo de aumentar o bem-estar e a sensação de prazer. Terapias alternativas como acupuntura, yoga, pilates e meditação são ótimas formas de ajudar no tratamento da depressão, pois são capazes de proporcionar relaxamento e bem-estar.

Gostou? Compartilhe e bom proveito!!!

 

Bruna M. Coelho
Psicóloga CRP 06/145691

Deixe uma resposta